«

»

INSTAURAÇÃO DO PROCESSO DE REGISTRO DA PASTA FLORA 2018

 Scan_20181016_170044 DSCN7925

Conselho Municipal do Patrimônio Artístico e Cultural COMPAC, de Santa Rita do Sapucaí, em conformidade com a Lei Municipal nº 4.615, de 27 de setembro de 2012, bem como a lei Estadual nº 18.030 / 2009 e suas deliberações , em reunião realizada no dia 27 de Setembro de 2018, às 17:30 h , na sala de reuniões da Secretaria Municipal de esporte Cultura lazer e Turismo situada à Rua Juca castelo nº 91 , formalizou   a abertura do processo de  Registro do modo de fazer , na categoria Patrimônio Imaterial  e sub categoria “Ofícios e modo de fazer”, da iguaria gastronômica  denominada “Pasta Flora” , como  atividade possuidora de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade Santarritense.

 Pela valorosa contribuição que esta iguaria gastronômica trás para o município nas áreas de Turismo Cultura e Lazer, como registro da evolução cultural da cidade de Santa Rita do Sapucaí, o Registro do modo de fazer da  Pasta Flora é dotado de valor histórico ,simbólico cultural que lhe distingue positivamente na cidade , revelando seu caráter de excepcionalidade capaz de consagrá-lo como patrimônio intangível da cidade .

        Por ser muito apreciada por santa-ritenses e turistas, a Pasta Flora  foi introduzida em Santa Rita do Sapucaí por imigrantes vindos da província de Huelva na Espanha, de acordo com a tradição oral, confirmada pelos descendentes da família de Antônio Martinez Garcia e Maria Morón Martinez , imigrantes que  vieram para o Brasil.  MARIA MORÓN MARTINEZ, conhecida pelo apelido de “MADAME”, era exímia em fazer deliciosos doces espanhóis que eram desconhecidos aqui no Brasil estando entre eles a PASTA FLORA (delicada massa, recheada com creme de chocolate com suave toque de laranja). Essa foi uma das razões para abrir uma confeitaria no local onde é hoje o Clube Santarritense, confeitaria esta que era conhecida como “CONFEITARIA DA MADAME”.  Se tornaram expoentes da culinária local e contribuíram para a disseminação da Pasta Flora na cidade.

     Mais uma vez o Município de Santa Rita do Sapucaí  promovendo a preservação e a divulgação de atividades históricas e culturais, preservando, para futuras gerações um elemento típico  de  grande importância para o município .

Após o Registro do bem imaterial, o Conselho Municipal de Patrimônio Artístico e Cultural –COMPAC juntamente com a Secretaria Municipal de Esporte Cultura lazer e Turismo e o secretário Janilton Prado  estarão preparando a ação de salvaguarda , desse importante bem imaterial, de modo a viabilizar sua continuidade.

   É a Prefeitura Municipal de Santa Rita do Sapucaí, Secretaria Municipal de Esporte Cultura lazer e Turismo em conjunto com o seu Conselho de Patrimônio, as Instituições atuantes e sociedade civil deste município, trabalhando para a valorização da cultura e memória de seu povo, buscando , através de ações de proteção e preservação do patrimônio, uma política cultural participativa e eficaz .